Revista Sincronistas – 3ª Edição

Para receber essa e as próximas edições da nossa revista, clique aqui e assine nossa newsletter. -------------------------- Trabalho. Palavra tão pequena, mas com tão grandes implicações. Em nossa sociedade, é algo que nos define, que nos acompanha até a velhice, tão emaranhado em nossas vidas que fica difícil imaginar uma existência sem a obrigatoriedade de... Continue lendo →

Anúncios

Tem dias

Tem dias Tem dias que tudo é esquisito... Tem dias que nada quer fazer sentido: o normal se desfaz em um mar de paradoxos. Tem dias que eu não quero limpar a mesa, e nem lavar a louça. Tem dias que as lembranças me laçam pelo pescoço, se enrolam pelo meu corpo, me possuem me enlouquecem, arrancam meus suspiros, e se vão. Tem dias que quero fumar um cigarro encher o pulmão de veneno para matar o que lacera por dentro... Tem dias que está tudo bem, muito bem mas algo ruim está sempre soprando um bafo quente e pesado na nuca. Tem dias que o choro acontece, a língua endurece, a boca emudece, mas o coração não estremece... Tem dias, e eu faço que tudo bem, que a tempestade se faz e inunda minha alma. Um rodemoinho violento me engole, tudo defaz. No meu rosto, nada demais. Tem dias, e isso todo mundo e todos os dias, que ninguém conhece o turbilhão que vive por trás da iris de cada um.  

Revista Sincronistas – 2ª Edição

A segunda edição da Revista Sincronistas já está disponível para os assinantes da newsletter. Nesse mês das mulheres, a revista traz, em palavras, traços e cores, reflexões sobre feminilidade, feminismo, abuso, violência, desejo, sentidos e dimensões do que é ser mulher. Que nesse momento de transformações sociais, possamos dialogar cada vez mais sobre feminismo, gênero e... Continue lendo →

Sobrecarga

Emoções em alta voltagem Há um fio desencapado provocando faíscas no escuro. O atrito das partículas que desencadeiam tais fagulhas zumbem e zunem como abelhas iluminadas. Um chiado intermitente rouba o sono de toda a casa. Toda vez que esse fio roça em algo metálico, o chiado retorna e desperta os viventes. É um grito inanimado, um... Continue lendo →

Revista Sincronistas – 1ª Edição

A Revista Sincronistas reúne textos e ilustrações das nossas artistas, celebrando o talento das mulheres da nossa região. Para a primeira edição, escolhemos o tema "Sincronicidade",  força essencial para o nosso encontro e união, e que nos impulsiona até nossos objetivos. Os textos e artes falam sobre o conceito de sincronicidade, os acasos improváveis e o... Continue lendo →

VOCÊ TEM MEDO DE QUÊ?

Dos e das incontroláveis. Da raiva superaquecida, dos linchamentos reais e virtuais. Do culto ao corpo e do desprezo pela paciência e pelo amor. Da impunidade. Da partida de quem eu amo. Da saudade de tempos que não voltam mais. De envelhecer sem esperanças. Viver um hoje sem fé. Falhar no sustento da minha casa. Deixar... Continue lendo →

Carece de ter coragem

In memoriam de Faris Odeh, morto com apenas 14 anos, no dia 8 de novembro de 2000, por um sniper israelense Sempre repetia minha madrinha: “O medo não é de Deus” Olhos arregalados, completava ainda: “O medo é a ausência de fé em Deus. Falta de uma fortaleza interna.” Mesmo que minha fé me abandonasse vez ou outra,... Continue lendo →

Composição

Sou feita de partes. Uma face pacata, um corpo redondo, duas pernas cansadas, barriga flácida. Traços azulados percorrem meus tornozelos e coxas, como rios delicados de um mapa hídrico. Meu espírito é um apêndice, quase desprendido da matéria mascarada. Sou uma colagem de fotografias recortadas, um mural de lembranças em tons de sépia. Fui feita... Continue lendo →

WordPress.com.

Acima ↑